Fofuras da Kah

A resposta para a pergunta que vocês não fizeram, é sim!! Aeeee finalmente aquela fase tensa de vestibulanda passou  e uma Kah feliz e animada pode voltar a normalidade. Fácil  definitivamente esses últimos meses não foram. A TPV (tensão pré vestibular), a prova toda em sí e depois o tempo de espera até o resultado sair……. Menina moça do céu, são uma Lou-cu-ra com “l” em itálico e negrito. Mas -ufa- passou hahaha e com a minha passagem de mera mortal para caloura no curso de Design de Moda na BA! Uhuuuuuu \0/ \0/ \0/

E por mais insano que meu 2017 tenha sido, foi um ano INCRÍVEL, pra lá de Bagdá (ou melhor de NY), repleto de realizações, emoções e, yes, confusões haha! Ah e no meio disso tudo, uma mala de lições que vou levar para a vida toda e que com muito carinho, resolvi compartilhar hoje por aqui com vocês.

-Um-

Ser eu mesma. Esse ano (2017) me ensinou que não tem problema nenhum ser a ovelha negra da família, a certinha do grupo , a nerd da sala ou a filhinha do papai.

-Dois-

Confiar no meu sexto sentido: intuição! Não é porque tá tudo lindo e maravilhoso que não pode dar algo de errado. Se o friozinho na barriga avisar, vale repensar!

-Três-

Família é família. Eles podem não ter razão 100% das vezes, mas pelo menos uns 99,9% SIM! Afinal de contas, pai, mãe, e aqueles melhores amigos  que você sempre podem contar (e que são poucos), sempre querem seu bem.

-Quatro-

Amar é um daqueles substantivos de 4 letras com 1000 e um significados. Amar é complexo, é doído e nem sempre vem com um “felizes para sempre” embutido nele. Mas acima de tudo, é preciso, e de todas as formas, um enorme aprendizado.  E ainda sobre amar, o a-m-a-r mais importante que devemos ter nessa vida é o próprio, e só assim somos capazes de  aprender a amar novamente.

-Cinco-

Viver menos do tal do touch e mais do bom e velho toque! Chega de querer registrar tudo ao invés de aproveitar o momento. Chega de senhas de wi-fi ao invés de conversas duradouras. Por favor um pouco mais de humanidade e pessoas reais nesse mundo tecnológico de seres falsos!

-Seis-

 Simplesmente: A melhor coisa que um ser humano pode fazer nessa vida são boas lembranças.

-Sete-

São os momentos que tiram proveito de nós, e é por isso, que a impossibilidade das coisas é tão linda!

Talvez eu tenha viajado e filosofado um pouco nessa matéria (só talvez haha) porém esse é o melhor resumo de 2017 em colagens e tópicos que eu poderia fazer. E por ai? Como foi seu ano?

Até mais ver terráqueos!

xoxo

                                                                                                🌸🌵✨

você também pode gostar

Comente via Facebook

Comentários via WordPress

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • vivian Diniz Janeiro, 2018

    Que demais Ká,adorei suas colagens.
    2017 foi um ano de mudanças pra mim, todas mt boas e decisões importantes…Foi um ano onde aprendi o que é resiliência, e isso fez total diferença na minha vida…2018 será fantástico para nós…bjus

    • fofurasdakah Janeiro, 2018

      Oi Vivian! Obrigada hahaha resolvi inventar um pouco! Será sim, um 2018 incrível para você!
      Um beijo <3