Fofuras da Kah

Posts marcados na categoria ALEATORIEDADES

É só pra mim, ou esse ano resolveu ligar no turbo? Caraa como o tempo voou. Parece que foi ontem que eu tava organizando os preparativos para decorar a casa para o natal (minha época preferida no ano por sinal hehe) e agora tô contando os dias para o vestibular da FEBASP! Senhor como assim??? Sério chocada como esse ano parece que essa ano resolveu pegar carona numa nimbus 2000! Pera ai né? Vamo com calma por favô! Eeeeee eu amo quando minha cabeça tá assim a mil por hora e encontro filmes que acalmam o ânimo todo! Quem também é assim??? Então hoje, aproveitando que tô precisando de um relax, vim trazer pra vocês alguns filmes bapho que podem acalmar seu dia!

Julie & Julia

Falando dos primórdios da existência dos blogs; tá ai um filme que eu recomento para todo bom blogueiro apaixonado pelo mundo gastronômico com um pouquinho da pimenta cômica! Basicamente a sinopse é a seguinte: Julie Powell não consegue responder a quanto “vale realmente o seu trabalho” em um emprego que não a motiva. Ai ela resolve escrever um blog no seu tempo livre com os detalhes de sua jornada cozinhando as 524 receitas do livro de Julia Child em um ano. E posso falar? É maravilhoso! Pra quem anda meio desanimado quanto a questões profissionais, esse filme pode ser uma pela de uma inspiração viu?

O Diabo Veste Prada

Sinceramente não sei duas coisas: se tem como não amar, e se tem alguém no planeta Terra que ainda não assistiu! Pra mim é um dos filmes mais inspiradores que tem! E retrata simplesmente que o emprego dos sonhos e a realização pessoal de todo mundo, pode muito bem não ser a sua! Quem ainda não assistiu (se isso é possível) assiste porque esse é um daqueles longas queridinhos BBB: bom, bafônico e boêmio!

O Sorriso De Monalisa

Pra quem é adepto dos filmes com uma vibe antiga (toca aqui <3) tá uma das melhores indicações que eu podia fazer. Esse filme conta a trajetória irreverente de  uma Feminista. Uma professora de história da arte que ensina suas alunas a questionarem papeis sociais na mais conservadora faculdade para mulheres nos anos 50. É simplesmente fantástico!

Sociedade dos Poetas Mortos

 Sempre que penso na fase “vestibular+carreira+vida adulta+socorro”- tô nessa fase por sinal haha- esse filme me vem na cabeça. Este filme traz uma mensagem incrível e simplesmente magnifica de que você é o seu próprio presidente; e que só você pode tomar as rédias da sua vida! Não vou falar muito para não dar spoiler, só digo uma coisa: assistam!

Iris

A senhorinha de noventa e três primaveras mais maravilhosa e inspiradora que você pode ter como referência de moda; de vida, de TUDO! Pra quem ainda não viu fica a dica de um dos filmes mais engraçados e inspiradores que eu já vi!

Por hoje foi isso! As coisas estão super agitadas por aqui (semana de prova é fogo) mas resolvi passar pra dar um alô!!

Até mais ver terráqueos!

xoxo

  🌸🌵✨

Ahhhhh como eu tava com saudades de por um lp riscado na vitrola, pegar minha câmera e fotografar uma série para vir compartilhar com vocês aqui no fofuras! E olha que eu achei que as fotos de hoje nem iam rolar com essa chuvona que tá por aqui (#amo).  Mas já que tudo fluiu como o planejado- agenda sua linda haha- hoje cá estou eu para resenhar pra vocês um dos livros mais m-a-r-a-v-i-l-h-o-s-o-s que eu li esse ano! Pode anotar ai miga! Que a dica de hoje é das boas!

Carry on pra quem é das antigas, tipo família Potterhead mesmo, vai parecer uma versão classe C de Star Wars. Calma aí que eu já explico! haha. De início uma das primeiras coisas que vão vir a mente é “mais que droga de cópia e cola de Harry Potter é isso” mas relaxaaaa que TUDO, simplesmente TUDO (até esse universo meio que total paralelo a Harry), tem um porquê. Nas primeiras páginas a coisa toda é meio lerda (acredite em mim, é um porre). Mas pra quem já leu Rainbow Rowell sabe que a autora, uma das mais perfeitas ever, tem esse efeito meio degradê na escrita. Parece coisa de louco, mas é assim mesmo, a leitura vai ficando boa aos poucos, e no final, quando acaba, cê fica com aquela sensação pós maratona “uai cabô?” hihi!

Pra quem não sabe, ou é umas das únicas pessoas que ainda não leu alguma coisa da Rainbow (ahh como eu amo esse nome <3), geralmente ela trabalha esse  tema fanfiction e histórias meio que paralelas! E ó vou confessar que nunca me interessei muito por esse tipo de leitura. Maaas calhou de que fui ler Fangirl, e quando ví já tava apaixonada por tudo que essa mulher escreve! Falando em Fangirl, Carry on é a história da série de livros que a Cath era fã! Demais né? Só que ao contrário do “fan” ao invés de focar  na relação ficção e fãs, Carry foca só na ficção em si! Tanto que é o primeiro livro da Rainbow que trabalha com o universo meio mágico!

Agora falando de resenha em sí, Carry On conta a história de Simon Snow, um adolescente que segundo a profecia é o mago mais poderoso que o universo mágico já viu. Mas na verdade o cara não quer saber de nada disso, e sua única preocupação é terminar o último ano letivo na Escola para Magia Watford (ó Hogwarts ó haha) junto com sua melhor amiga Penelope- uma das melhores persongens na minha opinião- e namorada Agatha.  Só que- como nada é perfeito- a escola começa a sofrer ataques do Impidrum. Uma força\mostro\Lord Voldemort que está atrás dos poderes do Snow. Ahhh e ainda temos Baz, o arco inimigo do Simon (meio vampiresco) que some misteriosamente e deixa nosso pobre escolhido meio perdido (numa vibe meio Draco Malfoy haha).

Eu sei cara tá parecendo MUITO com Harry Potter! Mas a ideia é justamente essa. No comecinho eu achei que a coisa toda era meio que uma crítica a todo o universo mágico já existente (viajei real oficial hehe). Tem um toque de crítica? Tem! Mas muito mais social do que simplesmente ao universo Hogwarts! Acredite em mim!  O que a Rainbow tenta fazer é na verdade um simbiose entre o que já existia, com as críticas dos leitores!  É bem legal, e bem interessante como ela vai criando esse diálogo total paralelamente a uma ficção de roer as unhas!

Ahhh dentre toda essa confusão harryniana a gente ainda se depara com o romance Simon e Baz. Pra mim o romance deles não foi uma surpresa (por mais que eu tenha torcido quase a leitura toda pro Simon ficar com a Penélope haha), mas algo que me deixou meio encima do muro foi como, depois da última página , Simon “termina”, já que fica algo meio enigmático!

Esse foi um daqueles livros de cabeceira que eu engoli! Foram 522 páginas em três dias! E pra quem tá procurando uma leitura leve, divertida e que no fundo ainda tem um embasamento social, fica a dica! Vale muito a pena! E como potterhead confia em mim, não compensa já ir odiando Carry On por causa da cópia sem cópia! Vai lendo, deixa fluir, que no final tenho quase certeza que você vai ter um livro a mais no seu coraçãum! Ahh pra quem se interessou, vou deixar aqui embaixo o link de onde comprar okay?

Saraiva\\ Livraria Cultura\\ Submarino

Até mais ver terráqueos!

xoxo

                                                                                                 🌸🌵✨

Não é brincadeira: como um ano tão de boa pode ser tão louco? Gente eu sei que eu falei “ahá voltei” mas na verdade acabei dando no pé haha! Mas cêis podem anotar ai que não foi um  ato de “cansei dessa vida de blogueira” não tá?? É que, como eu já avia comentado com vocês, essa coisa toda de vestibulanda + procura-se apê na Vila Mariana (sério se alguém tiver alguma indicação, comenta ai!) + colaborar no site do Cbblogers = um ano muito calmamente maluco haha! No ano passado acabei vivendo muitos sonhos em um curto período de tempo (ahh como eu amei 2016). Esse ano, já tá sendo meio ao contrário! Muitas coisas para resolver e quase nada de tempo livre! E enquanto eu luto contra a rotina mais pirada que existe, parei para preparar esse post express para gente matar a saudades, com os favoritos da minha semana! <3

O primeiro vai para esse cactus gigante! Sério, desde que eu comecei a planejar- mentalmente que é o que tem pra hoje rsrs- o meu apê em Sampa, que eu encasquetei que eu vou ter um cactus desses bem grandões para chamar de meu! Um dos meus sonhos é ter um apê bem verdinho, e cheio de amôr e plantas para alegrar o ambiente! Sério vamos combinar vai, um ambiente leve e orgânico é super inspirador né? (sem contar que suculentas são uma das únicas plantas que eu consigo não matar! hehe).

Ahhhh detalheeees! Eu acho não, eu tenho certeza que eu virei a tiazinha do Pinterest! Minha cabeça tem andado a mil com toda essa história de eu morar sozinha. E por mais que eu venha pensando nisso desde os meus 9 anos de idade (sério sempre foi um sonho haha), agora que ele tá se tornando quase realidade, tá batendo um friozinho na barriga, um medinho verde e uma ansiedade louca pra deixar meu apertamento com uma cara bem tumblr, bem pinterest, e bem EU! Por isso o que não tem faltado é pastas novas no meu ig, e mil e uma ideias de como eu vou deixar cheio de detalhes minha home sweet homee claro, o banheiro que eu vidrei em fazer igual a esse da foto! Muito amô né?                                                  

Ahh e pensando ainda no meu, ainda em sonho,  apê, umas das coisas que tem mais me animado é em como eu vou deixar os cômodos cleans e prontos para serem usados como cenário de foto e vídeo! E uma das minhas ideias é seguir essa mesma vibe do quarto ai de cima! Branco com detalhes em soft color! <3 Ainn eu sei que ainda é muito cedo, e um projeto que ainda tá só na minha mente, mas não vejo a hora de compartilhar tudo com vocês!

Ahh e minhas sinceras desculpas pelo sumiço! Vou fazer o máximo possível para voltar a ter uma agenda de verdade!

Até mais ver terráqueos!

xoxo

                                                                                                 🌸🌵✨

1 2 3 15