Fofuras da Kah

Passei boa parte da minha vida (para não dizer quase toda ela) pensando em qual título ela levaria caso fosse um filme. Pensei em vários, e ao mesmo tempo em nenhum. Tal atividade funcionava em pensar em filmes já existentes, e tentar os correlacionar com o enredo do (meu)momento presente. Não funcionou. Nunca funcionaria. É a mesma coisa que pensar “de qual filme é essa música”. Na maior parte delas, as músicas são autorias idependentes, sem ligação cinemalesca, as quais acabamos por ligar aos longas que por mera ou total conhecidência acabam as usando.
Mas muito maior do que isso. Tentar titular com base em um dia -ou um momento- da minha vida, seria como dar nome a uma foto, ou um poster, de uma dramaturgia, muito mais complexa. Uma vez um professor (e amigo) me disse que os romances -agora creio que em ambos os sentidos- são como os filmes, e os contos como uma fotografia. E nesse processo aprendi que os filmes (vamos pensar em vídeos em geral, e como eram feitas as primeiras animações) seriam como uma coletânea de fotografias. Ambos tanto os filmes, quanto as fotografias retratam a mesma história, porém de panorâmas bem diferentes.
Por isso é impossível titular a vida, enquanto é vivida. Por isso não se dá nome a histórias de amor, até que elas terminem. As pessoas traçam e escrevem suas próprias histórias, mas dentro delas vivem outras, e mais outras, e isso é o bom da vida. Diferente do processo de uma redação, começar pelo título não está dentro de uma das nossas alternativas.
Já parou pra pensar que só se nomeia e estuda um tempo histórico, ou uma vanguarda artística depois que ele termina? Isso porque se estuda (e se nomeia) as particularidades dentro das singularidades que formam as coletividades. Por isso (e essa é uma palavra que você vai ler muito por aqui) que só agora consegui dar um nome a nossa história, a qual seria: Sentimentos legendados.

Até mais ver terráqueos!

xoxo

                                                                                                🌸🌵✨

Eu até podia falar que não, mas seria mentira. Eu tô exausta . E em um nível pra lá de alto. Ninguém me falou seria fácil, que eu não teria noites mal dormidas, ou que não seria estressante. Mas eu não achei que fosse tanto. Minha vontade era trazer posts mais completos, matérias mais trabalhadas (confesso que tô um pouco frustrada), mas desculpa gente, eu sou humana e eu também preciso dormir haha. Estudar quase 15 horas por dia, administrar um blog, uma loja, fazer italiano, espanhol e inglês, tênis e  academia e ainda fazer uns freelas tá me deixando completamente esgotada! Não que eu não ame.  Ou que eu vá deixar de fazer alguma coisa. Eu amo fazer cada uma dessas coisinhas (por favor não entendam errado). Só que elas, somadas aos estresses (escola, amigos, etc e tal) do dia a dia….. senhoôrr tô precisando de férias já haha.

Por isso em dias como hoje em que o cansaço fala mais alto (mas a agenda continua lotada) acabo trazendo matérias mais “simples” por aqui, mas que não se enganem, foram feitas e pensadas com o mesmo amor – de sempre. E já que o dia hoje pro-me-te, que tal ver o look casualzinho que eu amo usar no meu day by day??

Vocês -muito- provavelmente já devem ter visto essa jaquetinha militar, um bilhão de vezes por aqui (ou pelo insta). Ela é tipo uma daquelas peças chave que eu amo e uso SEMPRE! Ou como meu pai falaria, minha versão menos Harry Potter da capa invisível! hehe

No pé  (clássicos por favor) resolvi investir no tênis mais destruído da face do planeta Terra- Coitado! Esse meu xodó ai, eu trouxe do Canadá ano passado e uso quase toda semana desde então. Ele é tão mais tão confortável e fica tão bonito com praticamente tudo que você joga na parte de cima, que não consigo me desfazer, simples assim!

E falando de peças que vão com tudo, esse meu vestido floral é ó: perfeito! Com salto, sapatilha, tênis.. qualquer coisa ele fica lindo! Amo peças assim! Quem ai também??

Chuchus por hoje foi isso! Um look simples, prático, mas que eu amo usar SEMPRE! hehe

Até mais ver terráqueos!

xoxo

                                                                                                🌸🌵✨

São quase 11 horas da noite de uma terça feira que como normalmente todos os dias são por aqui, foi pra lá de agitada. E eu juro que quase deixei esse post pra amanhã (por mais que eu esteja com tanto sono que ativei meu estado múmia haha) maaaas tô tão feliz com a frequência que estamos tendo por aqui, sério cêis não imaginam minha felicidade, que resolvi não furar nossa agenda fixa de posts!!!

E já que fazia um senhor tempo que não rolavam resenhas por aqui, aproveitei que passei o dia no ateliê para fotografar e vim resenhar pra vocês o livro mais romântico e fofíneo da história!!

Esses dias tava fazendo umas compras na Cultura quando me deparei com esse simpático livreto vermelho na pilha do caixa (muito amor vai, vamos combinar!).  Na hora, foi amor a primeira vista. Principalmente porque ultimamente meu lado geek tem estado a tona, e ando devorando uns quadrinhos entre um romance e outro hehe.

Mas além da configuração dele ser linda (e as ilustrações uma mas apaixonante do que a outra) a própria história em sí é puro amor! Sério, é impossível não amar (e não ficar com vontade de se apaixonar <3).

Oia e vou ter que falar que não fazia ideia da existência dessa editora e muito menos dessa autora. Alguém ai já? Se sim, por amor da minha biblioteca pessoal me indiquem títulos para eu ler ano que vem, que a minha listinha de o que ler em 2018 já tá crescendo! hehe

Ahhh obrigada mundo! Junto com o livro mais lindo da face do planeta Terra, ainda vieram esses dois marca páginas extremamente fofos e extremamente ridículos de tão lindos! Não tô sabendo lidar *–*!!

Pra mim a melhor ilustração de todo o livro! s2

Último comentário sobre esse chuchu: acho que como deu pra perceber ele é TODO em três cores apenas, branco, preto e vermelho. Não cara não tem como não amar! O livro é simplesmente assim, cheio de pequenos detalhes que representam os pequenos detalhes do amor! ps:escorreu até uma lágrima aqui! rsrs

Até mais ver terráqueos!

xoxo

                                                                                                🌸🌵✨

1 2 3 4 72